Arquivo do autor:mario marino

Encontro pancinema: a violência e o cinema

Imagem | Publicado em | Marcado com | Deixe um comentário

Timbuktu

O filme é sobre a humanidade que desce ladeira abaixo agarrada à religião. Em abril de 2012, milícias islâmicas derrotam as tropas do governo do Mali e fazem a jihad pela força das armas. Em Timbuktu, a sharia proíbe o … Continuar lendo

Publicado em 2015_1, crítica | Marcado com | Deixe um comentário

Galeria Lume exibe o universo de Alberto Ferreira

  A Galeria Lume exibe O Olhar é o que Fica, do fotógrafo brasileiro Alberto Ferreira. Composta por 23 fotografias em preto e branco – das quais 20 nunca foram expostas, a mostra retrata o Brasil dos anos 1950 a … Continuar lendo

Publicado em 2015_1, Agenda | Marcado com | Deixe um comentário

Depois da chuva

* por: Marcos Carlini

Publicado em Memória | Marcado com | Deixe um comentário

Please to meet you! I hope you guess my name…

* por Ana Macitelli e Mario Marino A exposição Música e Cinema: o casamento do século? (no Sesc Pinheiros em São Paulo) mostra uma cena dos Rolling Stones num estúdio em Londres com Mick Jagger em primeiro plano. Um senhor … Continuar lendo

Publicado em 2015_1, Agenda, crítica | Marcado com , | Deixe um comentário

A delirante obsessão de querer perdurar

O poeta Carlos Drummond dizia que a literatura é um dos modos de elevação do ser humano acima da precariedade da existência. Para o músico uruguaio Jorge Drexler, somos um animal com a delirante obsessão de querer perdurar. As redes … Continuar lendo

Publicado em 2014_2 | Marcado com | Deixe um comentário

Outra pausa no cinema: erro histórico?

Hoje não aceitamos mais a ideia grega de que uma vida privada, própria ao indivíduo (idion), remete à palavra idiota, aquele que vive à parte do mundo. Hannah Arendt pode nos ajudar a entender certas atitudes diante dos recentes movimentos … Continuar lendo

Publicado em 2014_1, idéias | Deixe um comentário

A grande beleza

Um verão em Roma e um grotesco zoológico chique de figuras decadentes e vazias: milionários, nobres, famosos, arrivistas, artistas, atores, intelectuais, padres e políticos. E o nosso herói, Jep Gambardella, o rei dos mundanos. Escritor de um único livro e … Continuar lendo

Publicado em 2014_1, crítica, o masculino | Marcado com , | Deixe um comentário

Entrevista com Abdellatif Kechiche

Azul é a Cor Mais Quente (La Vie d’Adèle), último filme do tunisiano Abdellatif Kechiche ainda está em cartaz em SP, Rio e Brasília. O diretor ganhou a Palma de Ouro em Cannes. E pela primeira vez a Palma de … Continuar lendo

Publicado em 2014_1, Entrevistas, o feminino | Deixe um comentário

Fahrenheit 451 e a revolução dos roteiristas

O filme Fahrenheit 451 de François Truffaut é de 1966. Ele mostra uma sociedade opressiva do futuro onde os livros são proibidos. O ator Oskar Werner (o Jules de Jules e Jim) é o bombeiro Montag que trabalha para o … Continuar lendo

Publicado em 2013_2, crítica | Marcado com | Deixe um comentário